Apple apresentou o iPhone 14 a começar nos 1.039 euros, o Watch 8 (incluindo versão rugged) e AirPods Pro

Conheça todas as novidades que a Apple apresentou durante o evento Far Out. Além do iPhone 14 foi revelada uma nova linha de smartwatches e os auriculares AirPods Pro 2.

Como é habitual, Tim Cook abriu o seu evento "espacial" a partir do anel do Anfiteatro Steve Jobs no campus Apple Park, salientando a sorte que tem em ter pessoas que fazem equipamentos e software que mexem com a vida das pessoas. E prometeu os três produtos que já se anteviam: nova geração do iPhone, AirPods e Apple Watch. Três equipamentos que comunicam automaticamente entre os diversos aparelhos da Apple. Pode mudar as chamadas entre o Apple Watch para o iPhone, por exemplo, numa simbiose cada vez mais vincada. Os produtos que a empresa pretende mostrar hoje vão elevar esse conceito.

Apple apresenta nova geração de smartwatches Apple Watch 8

Começando pelo Apple Watch, Tim Cook diz que vai elevar a monitorização de saúde a novos patamares. O vídeo de apresentação mostrou o testemunho de diversos utilizadores referindo como o Apple Watch lhe salvou a vida, em causa os sistemas de monitorização de saúde, que conseguiram comunicar com os números de emergência. Tim Cook prometeu o melhor alinhamento de relógios inteligentes da marca. Há sete anos que a Apple detém o primeiro lugar de vendas. O Apple Watch Series 8 promete botões e ecrã maiores, com diversas molduras, prometendo melhor leitura, mesmo quando está para baixo. E é à prova de água e de pó.

O smartwatch foi desenhado para manter o contacto entre os utilizadores. Os sistemas médicos e SOS, acompanhamento do sono e outros sensores como o de monitorização do oxigénio no sangue, garantem maior segurança a quem os usa. Para as utilizadoras femininas há um novo sistema de acompanhamento dos ciclos menstruais, agora com o "calendário" de ovulação, mostrando uma estimativa quando a mulher está fértil. As alterações de temperatura são utilizadas para fazer este tipo de medições. Isso permite também ao relógio inteligente de controlar a temperatura geral do corpo a partir do pulso, ajudando a detetar também eventuais alterações hormonais.

A Apple afirma que todos os dados recolhidos ficam no smartphone e são privados, atrás de passwords e com encriptação end-to-end. O utilizador tem total controlo dos dados partilhados e com quem deseja partilhar. Os detetores de queda e agora os acidentes de carro são detetados pelo smartwatch. A nova funcionalidade chama-se Crash Detection, que liga automaticamente para os serviços de emergência quando se dá um acidente. A Apple diz que trabalhou durante anos nos algoritmos do sistema, usando o GPS, barómetro e osciloscópio para ajudar a detetar acidentes de frente, laterais ou mesmo quando a viatura capota.

Clique nas imagens para mais detalhes

Apple Watch Series 8 introduz novas situações de emergência

O modo Low Power Mode permite manter as funcionalidades de emergência, desativando sistemas de Always on Display quando o equipamento tem pouca autonomia. O sistema de roaming pode ser também ativado, para quem viaja e necessita manter as comunicações. Há quatro cores (midnight, starlight, silver e product RED). Há novas cores em parceria com a Nike, incluindo ecrãs personalizados da marca. Também pode utilizar braceletes mais luxuosas, de acordo com o seu outfit. O smartphone custa 509 euros para a versão GPS e se optar a versão com celular custa 629 euros. Pode fazer a pré-reserva hoje, com lançamento no dia 16 de setembro. A empresa prometeu ainda uma construção mais amiga do ambiente, construída com 80% de materiais compósitos.

Também há um smartwatch "rugged" para aventureiros destemidos

A Apple disse que tem feito algo totalmente novo, em conversa com atletas extremos e aventureiros para criar uma nova versão do Apple Watch. Foi criado um modelo de raiz para quem participa em cenários extremos, como neve, pó, areia e água. O Apple Watch Ultra tem um novo design, um smartwatch em titânio rugged, com cristal safira no ecrã. O ecrã é mais brilhante, fácil de ler em locais com muito sol. A sua roda "coroa" pode ser utilizado mesmo quando utiliza luvas.

Tem três microfones colocados estrategicamente para serem utilizados em locais com muito vento. Tem a maior bateria para 36 horas a funcionar com uma carga e a otimização prevista para o fim do ano vai aumentar para 60 horas. O Wayfinder tem compasso e pode sere personalizado para usar no mar. E pode usar no escuro, de noite, com o mostrador a vermelho. A sua bracelete tem um sistema de tranca especial, facilmente ajustável, com diferentes materiais, mediante o tipo de atividade radical que desejar.

Clique nas imagens para mais detalhes

O GPS é um elemento essencial no equipamento, com uma frequência L1+L5 GPS para obter sinal mesmo em locais mais complexos, como no meio de arranha-céus nas cidades. Em breve vai ser atualizado com a deteção automática do tipo de exercício que está a fazer, se a correr lentamente ou em modo "maratona", de bicicleta ou a nadar, para quem faz triatlo, por exemplo. O seu ecrã tem 2.000 nits de brilho.

O compasso é mais fácil de ler, com os seus tons brancos e laranja, incluindo um sistema de "back route" quando se perde e necessita voltar atrás, onde estava inicialmente. Também tem um sistema de alarme que envia um sinal a outros equipamentos no raio de 180 metros. Pode utilizar no fundo do mar, ativando automaticamente sistemas de mergulho, com informações de temperatura ou profundidade. Tem a respetiva certificação EN13319 para mergulhadores profissionais. A Apple tem também uma nova aplicação totalmente dedicada a exploradores do fundo do mar.

A Apple diz que todos os materiais raros do smartwatch foram reciclados. Chega no dia 23 de setembro por 1.009 euros.

Os auriculares Air Pods Pro prometem uma experiência mais cinematográfica

A nova geração de Air Pods Pro prometem uma experiência mais imersiva aos utilizadores, com som espacial e cancelamento de ruído. O novo chip H2 alimenta os auriculares, com melhor conetividade e som de qualidade. O novo driver de redução de destorção permite maior detalhe e claridade nas diversas frequências. O som espacial é personalizado através do iPhone, simulando estar numa pista de música enquanto dança. O sistema de cancelamento de ruído vai eliminar sons do comboio, usando sistemas computacionais através de IA, prometendo cancelar até duas vezes mais barulho. Tem quatro tamanhos de tampas para o ouvido, incluindo o XS, para melhor se adaptar aos ouvidos dos utilizadores.

Clique nas imagens para mais detalhes

O modo de transparência tem agora o sistema Adaptativo, que permite reduzir o barulho até 48 mil sons que os utilizadores estão expostos. mas o utilizador controla tudo, com sensores na ponta dos auriculares.

Seis horas de vida de bateria, mais 30 horas de total pelo seu estojo de transporte. Pode utilizar o sistema de encontro com mais precisão, quando perde um auricular. Pode utilizar o Apple Watch Charger para encostar ao estojo e carregar. E tem controlos de toque na lateral para aumentar o volume, por exemplo.

Chega ao mercado por 299 euros ainda durante este mês de setembro.

E sem surpresas... o iPhone 14

6,7 e 6,1 polegadas: estas são as duas medidas de ecrãs dos modelos standard e Pro. A Apple promete mais informação no ecrã, seja para jogos ou outras aplicações. Todos os modelos têm 1.200 nits de brilho e 2.000.000:1 de contraste. Os ecrãs têm um escudo de cerâmica para proteção e são à prova de pó e água. Promete uma bateria para todo o dia. Todos os modelos têm a mesma bateria.

Clique nas imagens para mais detalhes

O novo smartphone tem o processador A15, com um CPU de 6 núcleos e 6 núcleos neurais. Tem um processador de sinal de imagem. O iPhone 14 tem também câmaras renovadas. Tem uma nova câmara principal de 12 MP  com OIS Sensor-Shift, prometendo cores mais vibrantes, texturas e 49% mais brilho. O novo modo noturno garante fotos em locais menos iluminados. A câmara frontal também uma câmara selfie de 12 MP e autofoco pela primeira vez, inserido no já habitual notch. A Apple promete capturas em ambientes com baixa iluminação, com lentes mais avançadas, Apple Silicon e software mais inteligente. O seu sistema neural promete combinar várias fotografias para compor uma melhorada.

O Photogenic engine melhora todas as funcionalidades das câmaras dos modelos anteriores em 2X. No vídeo, promete um novo sistema de estabilização para imagens em movimento, dispensando um gimbal.

Quanto à conetividade, os equipamentos têm 5G e eSIM melhorado, sendo mais fácil de o conectar, descartando o SIM físico. Podem transferir rapidamente os seus planos de comunicação e até a possibilidade de instalar diferentes eSIMS. Os modelos nos Estados Unidos dispensam dessa forma os cartões físicos, graças aos acordos com as principais operadoras de telecomunicações. O sistema de deteção de acidentes do smartwatch também está no iPhone 14. O smartphone consegue contactar em situações de emergência por satélite, funcionalidade que o novo Huawei Mate 50 também anunciou. O iPhone 14 tem componentes específicos e software que permite ao smartphone comunicar com o satélite. O ecrã mostra um gráfico para o utilizador se colocar sempre na posição correta de comunicar com o satélite. O sistema sai em novembro nos Estados Unidos e Canadá, sendo grátis nos primeiros dois anos.

O modelo standard do iPhone 14 custa 1.039 euros com lançamento no dia 16 de setembro e a versão Plus chega no dia 7 de outubro por 1.189 euros.

Agora é a vez dos "PROS" e as suas "ilhas dinâmicas"

Tim Cook ainda tinha mais algumas surpresas incluindo as versões PRO do iPhone 14, com um design diferente e novas cores. A frente tem um sistema triplo de câmara muito pequeno, recortado no ecrã, libertando finalmente o notch. Este espaço é também dedicado ao sistema de notificações, mostrando mais espaço no ecrã. Chama-se Dynamic Island para ser adaptativo em diversas formas, animações e transições. Esta "ilha" expande-se mediante as notificações, seja o carregamento, mute, Air Pods conetados, etc. As informações pretendem ser suaves, não incomodando os utilizadores. Quando ouve música ou faz chamada tem os respetivos comandos. A pequena ilha parece realmente dinâmica e os programadores podem utilizar o sistema para adaptar às suas aplicações das formas como entenderem.

Clique nas imagens para mais detalhes

Os ecrãs da versão Pro têm o mesmo tamanho das restantes versões, 6,1 e 6,7 polegadas para a versão standard e Max. O sistema Always-On Display foi confirmado, com informações no ecrã sem a necessidade de ligar o smartphone, utilizando pouca energia.

O smartphone é alimentado pelo chip A16, com 16 mil milhões de transístores num processo de 4 nm, um processador que a Apple diz que nenhuma outra fabricante conseguiu igualar. Consome menos 20% que a anterior versão. Tem um novo sistema neural e um GPU de 5 núcleos para jogos. O Display Engine tem 120 Hz de taxa de refrescamento. Tem um novo sistema Pro Camera alimentado por um processador próprio.

Quanto ao seu sistema de câmaras, tem um sensor principal de 48 MP, com 65% maior que o modelo anterior. Tem OIS de segunda geração. O sensor de quatro pixels adapta-se às fotografias, agrupando os quatro pixels num com maior qualidade. A câmara principal melhora em 2X a iluminação quando comparado com o modelo anterior. Os fotógrafos podem aceder ao modo ProRAW a uma resolução de 48 MP, obtendo maior flexibilidade de edição. O smartphone promete também maior capacidade de zoom, sem perder a qualidade das texturas.

A segunda câmara ultra grande angular tem 12 MP, prometendo uma melhoria de 3X em locais menos iluminados, assim como a capacidade de captar imagens macro com todos os detalhes. Pode gravar vídeos a 4K com maior fluidez.

Os smartphones chegam no dia 16 de setembro, com um preço de iPhone 14 Pro desde 1.349 euros e 1.499 euros para o Pro Max.

Fonte: Sapo TEK

 

 

 

Última alteração em quinta, 08 setembro 2022 11:40

Horário

  • Março de 2022:
    2ª a 6ª das 15h às 19h
  • Sábado: Encerrado
  • Domingo: Encerrado

Contactos

Subscrever "Newsletter"

Concordo com os Termos e Condições

Carrinho de Compras

O carrinho está vazio